Gestão Antissuborno: saiba mais sobre a ISO 37001

Após a promulgação da Lei 12.846/13 (a chamada Lei Anticorrupção), as empresas envolvidas em corrupção passaram a ser punidas com maior frequência, e com mais rigor. Por um lado, a nova lei tornou mais simples responsabilizar empresas e, de outro, agravou significativamente as penalidades.

 

MAS COMO MINIMIZAR O RISCO DO SUBORNO?

A lei anticorrupção tornou a prática de suborno por parte de funcionários, ainda que sem o consentimento dos responsáveis, uma ameaça real à sobrevivência das organizações. Para minimizar esse risco, muitas empresas vêm implantando sistemas de gestão antissuborno. Por meio deles, a organização fomenta uma cultura de integridade; facilita e estimula a denunciação anônima; e estabelece procedimentos para identificar riscos e prevenir, investigar sistematicamente e punir práticas de suborno.

Com o objetivo de demonstrar às partes interessadas a conformidade de seu sistema com requisitos de normas internacionais, algumas empresas têm buscado a certificação, o que garante que a empresa se compromete em não exercer o suborno.

Ser uma empresa com certificação ISO 37001 significa ser uma empresa comprometida com a verdade e contra a prática do suborno.

 

O ITAC pode te ajudar. Solicite um orçamento.



Deixe uma resposta